Zanzalá (Download)

[release]
Capa CyberpajéA Zanzalá – Revista Brasileira de Estudos de Ficção Científica (ISSN 2236-8191), é a primeira revista acadêmica brasileira, peer-reviewed, dedicada aos estudos da ficção científica em suas múltiplas plataformas ou manifestações: prosa, poesia, cinema, televisão, teatro, música, videogames, etc. Trata-se de uma publicação vinculada ao grupo de pesquisa (CNPq) GENECINE (Grupo de Estudos sobre Gêneros Cinematográficos e Audiovisuais), sediado no Depto. de Cinema do Inst. de Artes da Universidade Estadual de Campinas.
O vol.5 da Zanzalá traz o dossiê temático “Imaginários contagiantes: Fantasia, horror e ficção científica na era da COVID19”, com organização de Alfredo Suppia, Luiz Felipe Baute e Lucas Procópio Caetano. Ao receber o convite para criar a arte da capa e participar como artista convidado da edição, eu selecionou 4 obras em mídias diferentes que representam as minhas criações transmídia no contexto da Aurora Pós-humana e foram inspiradas pelo impacto sociocultural e emocional da pandemia de COVID-19, incluindo o falecimento de seu amado pai, Dimas Franco, uma das vítimas da COVID. Para as obras selecionadas e disponibilizadas na revista, eu preparei breves artigos tratando de meus processos criativos, incluindo um relato da criação da capa, e um texto introdutório com um resumo dos conceitos chave que engendraram a Aurora Pós-humana.

As obras artísticas apresentadas pelo Ciberpajé  na edição são:

  • Kaliana –  Arte de capa criada especialmente para esse volume da revista Zanzalá em técnica que mixa grafite à texturização com I.A. e redes neurais computacionais.
  • Naturae − Capítulo 1 da história em quadrinhos inédita O Sonho dos Deuses, obra criada na técnica de HQescultura.
  • O Enterro dos Deuses – Animação e videoarte, pioneira no Brasil no uso da rede neural Deep Dream.
  • Ciberpajé: Odor do Infinito – EP musical de 3 faixas, parceria com Antar (PR), com letras (aforismos), músicas e artes criadas a partir de uma experiência de ingestão do enteógeno Ayahuasca.
  • Ciberpajé: A Desintegração – Videoperformance que abriu o Festival Internacional Carnival Rede Vamp 2021.
Envie para:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.